• Home
  • Blog
  • Auxílio-Doença: O que fazer quando o pedido for negado?

Auxílio-Doença: O que fazer quando o pedido for negado?

O auxílio-Doença é um benefício que ajuda muitas pessoas, imagine você impossibilitado de trabalhar, sem dinheiro e ainda fazendo tratamento médico e no fim o INSS nega seu pedido.

Veja no decorrer do texto o que você deve fazer caso isso aconteça com você.

O QUE DEVO FAZER SE MEU BENEFICIO FOR NEGADO?

É muito comum o INSS negar pedidos de benefício, e para isso temos uma explicação, as vezes pode ocorrer do segurado ir até o INSS fazer a perícia e o médico disponível no momento não é o medico especialista para o caso e acaba que a falta de especialização do perito  é o que contribui para seu benefício ser negado.

Além disso o auxílio-doença é muito caro para o INSS, pois quem necessita do auxilio ficará fora do mercado de trabalho por um tempo ou de forma permanente, como por exemplo a aposentadoria por invalidez.

Na maioria das vezes muitos casos são negados, forçando a pessoa a entrar com uma ação judicial

Vamos citar 3 tópicos para te ajudar nesse momento.

  1. Aceitar o Resultado;
  2. Recurso administrativo;
  3. Recorrer para a justiça.

RECURSO ADMINISTRATIVO

auxilio doença

Você pode recorrer para o próprio INSS quando seu beneficio for negado. O segurado terá o prazo de 30 dias para recorrer da decisão, o prazo é contado do momento que você é informado da decisão.

Esse tipo de recurso pode ser feito pelo próprio segurado ou com a ajuda de um advogado.

É preciso agendar no site do INSS ou através do número 135. É importante lembrar que no recurso você poderá anexar laudos médicos, documentos do seu antigo trabalho que comprovem sua incapacidade dentre outros.

QUAL O PRAZO DE RESPOSTA DO INSS?

O prazo da resposta do INSS é de 30 dias, podendo ser prorrogado por mais 30 dias (desde que comprove o motivo da prorrogação), sendo assim você poderá esperar até 60 dias para ter a resposta do seu recurso.

Porem é comum que seu benefício seja negado novamente, por isso aconselhamos a procurar a ajuda de um advogado para não ter maiores dor de cabeça.

RECORRER NA JUSTIÇA

Esta é a maneira mais segura de você conseguir reverter essa situação, este pedido judicial pode ser feito sem que você tenha que entrar primeiro com o recurso administrativo aqueles 30 ou 60 dias que o INSS demora para dar uma resposta.

Um ponto negativo para recorrer na justiça é que, no INSS geralmente o perito medico não se enquadra na necessidade da doença do segurado, já na via judicial, o perito médico será um especialista próprio para o seu problema.

Outro ponto positivo é que tendo a documentação completa (laudos e exames), o juiz poderá conceder a chamada antecipação de tutela, que tem por objetivo deferir o beneficio antes mesmo de encerrar o processo judicial.

Sendo assim podemos concluir que, caso seu auxílio-doença seja negado o recomendável é você procurar a ajuda de um especialista na área, pois, cada caso é um caso.

Fonte: Jornal Contábil

Gostou? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram