• Home
  • Blog
  • Conversão de tempo especial em comum: Veja como ficou após a Reforma

Conversão de tempo especial em comum: Veja como ficou após a Reforma

Antes da reforma, trabalhador para se aposentar precisava apenas de tempo de contribuição, contudo, pelas novas regras, é necessária além de contribuição uma idade mínima.

Agora, para se aposentar pela modalidade especial, as regras são:

  • 25 anos de contribuição = 86 pontos;
  • 20 anos de contribuição = 76 pontos;
  • 15 anos de contribuição = 66 pontos.

Essas são as chamadas Regras de Transição aplicadas para quem já contribuía para o INSS quando a Reforma da Previdência foi promulgada.

Com essa nova regra, fica muito mais difícil de o trabalhador cumprir todos os requisitos para se aposentar pela atividade especial.

Muitos trabalhadores, com o passar dos anos, podem migrar para a atividade comum ou então podem, ao final de sua carreira, querer somar o tempo especial com o comum e se aposentar pela modalidade comum.

Apesar da aposentadoria especial ser mais benéfica que a normal, existe um fator que pode contribuir muito para adiantar a aposentadoria comum para quem já atuou em atividade especial, estamos falando da conversão de tempo especial em comum.

Planejamento Previdenciário

A conversão do tempo especial em comum é permitida para todo trabalhador que possui o tempo especial trabalhado antes da Reforma da Previdência.

Através da conversão, os homens podem ter o seu tempo especial valendo 40% a mais quando convertido em tempo comum e as mulheres 20% a mais de tempo.

A conversão de tempo é uma alternativa muito importante para quem possui tempo de contribuição misto, ou seja, parte especial, parte comum e pode facilitar a aposentadoria de muitas pessoas.

Para saber se isso é uma vantagem no seu caso o ideal é fazer um planejamento previdenciário, para fazer o cálculo de toda a sua trajetória de contribuição descobrindo a melhor hora e a melhor regra para se aposentar.

Fonte: Jornal Contábil

Gostou? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram